domingo, 23 de abril de 2017

Guisado de Gnomo - Os Custos de Ser o Narrador

"Acho que vou começar a narrar..."
- Aspirante à Narrador.

Saudações, prezados amigos!

Eis que depois de algumas negociações tensas com o Troll “cozinheiro gourmet”, hoje o Veterano (que por muito pouco não se tornou parte do cardápio...) compartilha com vocês a tradução de mais um artigo do acervo do blog Gnome Stew. Dessa vez, tratando um pouco sobre os custos de ser um Narrador. Boa leitura!

Os Custos de Ser o Narrador
Tradução da postagem Costs of Being TheGamemaster, publicada em 13/03/2017 no blog Gnome Stew.

Existem custos para se aprimorar em qualquer empreitada. Se você quer ser um grande escritor, artista ou campeão de discoteca dos anos 70 (Nota do Veterano: Maisheim!?!), você tem que pagar o preço. As pessoas podem até pensar que um bom domínio do jogo é apenas o resultado de um talento natural. Mas na realidade, sabemos que há custos para narrar uma sessão corretamente. Neste artigo, veremos alguns deles. O objetivo aqui não é ser negativo, apenas realista. Além disso, vamos considerar algumas maneiras de reduzir essas obrigações ou para vê-las positivamente. O primeiro custo óbvio é o tempo.

Tempo de Preparação
É difícil estimar o tempo de preparação necessário para um jogo. Alguns Narradores podem montar uma sessão memorável rapidamente, enquanto outros levam muito tempo para preparar tudo. No entanto, algum tempo sempre é necessário. Você tem que preparar mapas, notas da sessão, tokens ou miniaturas, etc... Se estiver narrando on-line, você ainda precisa carregá-los na plataforma de sua mesa virtual antecipadamente. E mesmo se estiver narrando uma campanha ou aventura pronta, você ainda tem que ler todo o material. Você pode ter que aprender as regras básicas para novos sistemas e talvez criar personagens prontos. Preparar-se para um jogo sempre tomará pelo menos algum tempo de outros interesses ou da família.

No entanto, podemos olhar para isso de uma maneira diferente. O tempo gasto na preparação de um jogo muitas vezes pode ser uma alegria, uma forma de escapar dos problemas diários. Outros passatempos podem ser incorporados no tempo da preparação. Se você gosta de escrever, você pode adorar escrever um diário de campanha ou um blog. Se gostar de arte, pode desenhar e pintar mapas ou imagens para o seu jogo. Você poderia ser afortunado o bastante até para combinar o seu tempo com a família com o seu tempo do jogo. Minha família foi gentil o bastante para me ajudar a testar meu primeiro cenário de convenções, mesmo eles não sendo jogadores.

Logística
Outro custo de tempo envolve logística. Como Narrador, ele cai principalmente sobre seus ombros para recrutar jogadores e organizar as sessões de jogo (você também pode precisar limpar a casa!). Além disso, entre as sessões você pode ter que precisar atualizar as fichas de personagens e suas anotações. Há mesmo momentos em que terá que reescrever a próxima parte de sua aventura com base em uma ação dos jogadores, quando você esperava que eles fizessem outra coisa.

Você pode atenuar parte desse custo pedindo aos jogadores que atualizem suas fichas de personagens ou escrevam um resumo da sessão. Pergunte-lhes se conhecem alguém que gostaria de jogar, para ajudar com o processo de recrutamento. Não há nenhuma lei que diga que o Narrador tem que se responsabilizar com tudo (embora eles provavelmente não vão lhe ajudar a limpar a sua casa... lamento).

Tempo, dinheiro ou emocional: você pode até não acreditar, mas ao ser um Narrador
você sempre precisará lidar com algum tipo de custo (isso quando não são todos!!).
Custos Monetários
Existem algumas despesas associadas com o hobby. Para sessões presenciais, você gastará dinheiro com transporte e lanches. Qualquer convenção ou evento de jogo costuma cobrar uma taxa. Aventuras, livros de ambientação, mapas e miniaturas também não são gratuitos. Quando um jogo lança uma nova edição, você pode ter que talvez comprar um, dois ou três livros de capa dura...apenas para as regras básicas.

No entanto, o hobby não tem que transformá-lo em Oliver Twist. Muitos jogadores ficam com edições mais antigas principalmente por razões econômicas. Encontre alguns jogadores e jogue como se fosse 1982 para sempre! Retro-clones de muitos jogos antigos também estão disponíveis para que todos possam ter uma cópia das regras (Eu narro Basic Fantasy como o meu jogo primário da velha escola. E ele é gratuito.).

Se você quiser conhecer novos jogos, muitas empresas oferecem kits de iniciação gratuitos ou versões básicas para download. Essa é uma ótima maneira de experimentar algo mais recente, e o melhor, sem hipotecar sua casa. Com uma conexão de Internet e uma impressora, você terá mais mapas e tokens do que talvez jamais poderia usar.

Embora miniaturas e mapas impressos profissionalmente sejam agradáveis, você pode sobreviver sem eles. Se você for esperto, você pode transformar “lixo” em cenários viáveis. Eu usei cogumelos gigantes feitos de recipientes vazios de iogurte recentemente. Ninguém se queixou.

Custos Emocionais
Este último item é algo que provavelmente não é discutido com tanta frequência. Quando um Narrador tem que lidar com jogadores difíceis, pode levar um “pedágio emocional”. Todos nós temos bastante caos e drama em nosso trabalho e vida pessoal. É uma situação péssima quando isso invade nossa vida de jogo também. Além disso, há momentos em que você tem que cancelar um jogo no último minuto que pode trazer grande decepção. Às vezes, mesmo quando você começa a narrar bem o jogo, ele se mostra uniforme e "meh".

Infelizmente, esses custos emocionais são os mais difíceis de evitar. Muitas vezes, você tem que fazer o melhor que puder com estas situações difíceis, aprender o que for possível a partir delas, e depois tentar seguir em frente.

Conclusões
Preparar e narrar jogos é muito trabalho. E há momentos em que não será para um grupo de jovens entusiasmados. No entanto, vale a pena quando algo que você criou assume uma vida além de suas intenções. Claro, você tinha que gastar algum tempo, e talvez até mesmo dinheiro, criando o cenário. Ocasionalmente, haverá colisões emocionais na estrada. Mas quando você e os jogadores estão realmente explorando profundamente o seu mundo, os custos de tudo desaparece imediatamente.

E quanto a vocês? Que outros custos existem em ser o Narrador? Por que vocês os manteriam ano após ano? Deixe-nos saber abaixo nos comentários.
Postar um comentário